- Alta Floresta - Mato Grosso
ANUNCIE
Galeria de Eventos Notícias Vídeos
 
CENTRAL DE NOTÍCIAS
 
RAIOS-X
Situação do Indea/MT segue caótica e gera insegurança
28-05-2013 - 08:09
#galeria_not#

Acrimat fez diagnósticos da pecuária e a sanidade é a maior preocupação em MT

Maior programa itinerante da pecuária de corte de Mato Grosso, o ‘Acrimat em Ação’ acaba de traçar um raios-x da atividade no Estado, apontando os principais gargalos à produção da carne bovina. Entre todos os problemas apurados, a maior preocupação está em relação à sanidade do rebanho, que é o maior do país. Neste momento, a prioridade do segmento é buscar junto ao governo do Estado uma solução para Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea/MT) que, por falta de recursos, não está cumprindo sua função de fiscalizar, orientar e fornecer documentos como a Guia de Transporte Animal (GTA) de maneira eficiente.

O superintendente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Luciano Vacari, explica que a sanidade animal do Estado pode ser prejudicada caso nada seja feito. “O Indea/MT arrecadou ano passado R$ 28 milhões, gastou R$ 12 milhões o para este ano o governo do Estado liberou somente R$ 6 milhões. O resultado disso é a precariedade dos serviços prestados. O sistema eletrônico é falho, os carros estão sem manutenção, os fiscais não recebem suas diárias e falta até papel para imprimir e GTA”.

Para buscar uma resolução rápida, Vacari revela que vai entregar um abaixo-assinado para o governo com as assinaturas de todos os participantes dos eventos. “Recebemos as reclamações em todos os municípios e o público autorizou a utilização de suas assinaturas para exigir providencias ao Estado”.

Após viajar mais de 10 mil quilômetros, visitar 30 municípios e atingir um público de aproximadamente 3.500 produtores rurais, a Acrimat dá início à segunda etapa: a elaboração de documentos e relatórios para reivindicar melhores condições para a pecuária. A terceira edição foi encerrada nas quatro rotas percorridas pelo Estado, mas seus trabalhos seguem em prol da produção da carne de forma sustentável dos pontos de vista econômico, social e ambiental.

Entre os problemas identificados ao longo das quatro rotas realizadas em todas as regiões do Estado, logística, falta infraestrutura de órgãos como Indea/MT e a Secretaria de Meio Ambiente (Sema), regularização ambiental e desvalorização da arroba são os mais críticos e que comprometem a produção de carne bovina.

Para o presidente da Acrimat, José João Bernardes, um dos principais objetivos do programa é ouvir dos pecuaristas suas demandas para, enquanto entidade, tomar providência para solucionar os problemas existentes. “O ‘Acrimat em Ação’ chega aos municípios polos da pecuária e tem como contrapartida retornar com ações que resolvam os problemas que impedem o desenvolvimento da cadeia produtiva”.

MAIS - Além dos problemas do Indea/MT, a Acrimat vai buscar respostas para a deficiência logística do Estado. Na região noroeste, a mais crítica, as estradas não receberam nenhuma manutenção antes das chuvas e os resultados foram atoleiros, caminhões parados e consequentemente problemas para a economia dos municípios. “Vamos formular um banco de dados com imagens e depoimentos sobre a situação das estradas, entregar para os órgãos responsáveis e cobrar uma ação para resolver o caos existente”, afirma Vacari.

Os demais problemas identificados também serão documentados e entregues aos órgãos responsáveis, como as demoras dentro da Sema para a expedição de documentos como o Cadastro Ambiental Rural (CAR).

POSITIVO - A participação recorde de pecuaristas nos eventos do ‘Acrimat em Ação 2013’ aponta a consolidação do programa como fonte de informações técnicas de qualidade para os produtores. Este ano, quatro temáticas foram abordadas nos 30 municípios participantes. Pastagem, Código Florestal, Medicamentos Veterinários e Mercado sob a ótica do frigorífico foram apresentados por profissionais qualificados em suas áreas e debatidos ao final das apresentações.

Uma inovação da 3ª edição do ‘Acrimat em Ação 2013’ foi a participação de um grupo frigorífico nos eventos. Luciano Vacari explica que o convite à JBS/Friboi, maior indústria do segmento no país, foi uma forma de aproximar a empresa dos pecuaristas a fim de estabelecer políticas e atividades para melhorar o relacionamento e fortalecer a cadeia da carne.

Fonte: Diário de Cuiabá
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Notícias Relacionadas
28-05-2015 Abertura da 29ª Expoalta reuniu público aproximado de 12 mil pessoas
28-05-2015 Pedro Henrique e Fernando fazem show hoje
28-05-2015 Falta de respeito e organização provoca cerceamento ao trabalho da imprensa
27-05-2015 Parque de Exposições quase pronto para abertura da 29ª Expoalta
26-05-2015 Adquira o passaporte para a 29ª Expoalta em até 3 parcelas
 
Comentários
 
 
Publicidade
DK Escala
 

Anjos Universitário é uma publicação mensal, distribuida nas faculdades, universidades e escolas de ensino médio da cidade de Alta Floresta.

Clique na imagem

 
Polivet banner
WATSSAP
 
Promoção Facebook
Promoções Anjos Notícias somente via Facebook. Veja como participar. Saiba mais
CW Fashion
 
 
Você já foi assalto/roubado?
  Nunca fui
  1 vez
  2 vezes
  3 vezes
  + de 3 vezes
Anjos Notícias 2011 - Todos os direitos reservados
Av. Paulo Pires, 550 - Setor G - Alta Floresta - Mato Grosso | (66) 3521-1738 | (66) 8406-4297