- Alta Floresta - Mato Grosso
ANUNCIE
Galeria de Eventos Notícias Vídeos
 
CENTRAL DE NOTÍCIAS
 
RAIOS-X
Situação do Indea/MT segue caótica e gera insegurança
28-05-2013 - 08:09
#galeria_not#

Acrimat fez diagnósticos da pecuária e a sanidade é a maior preocupação em MT

Maior programa itinerante da pecuária de corte de Mato Grosso, o ‘Acrimat em Ação’ acaba de traçar um raios-x da atividade no Estado, apontando os principais gargalos à produção da carne bovina. Entre todos os problemas apurados, a maior preocupação está em relação à sanidade do rebanho, que é o maior do país. Neste momento, a prioridade do segmento é buscar junto ao governo do Estado uma solução para Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea/MT) que, por falta de recursos, não está cumprindo sua função de fiscalizar, orientar e fornecer documentos como a Guia de Transporte Animal (GTA) de maneira eficiente.

O superintendente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Luciano Vacari, explica que a sanidade animal do Estado pode ser prejudicada caso nada seja feito. “O Indea/MT arrecadou ano passado R$ 28 milhões, gastou R$ 12 milhões o para este ano o governo do Estado liberou somente R$ 6 milhões. O resultado disso é a precariedade dos serviços prestados. O sistema eletrônico é falho, os carros estão sem manutenção, os fiscais não recebem suas diárias e falta até papel para imprimir e GTA”.

Para buscar uma resolução rápida, Vacari revela que vai entregar um abaixo-assinado para o governo com as assinaturas de todos os participantes dos eventos. “Recebemos as reclamações em todos os municípios e o público autorizou a utilização de suas assinaturas para exigir providencias ao Estado”.

Após viajar mais de 10 mil quilômetros, visitar 30 municípios e atingir um público de aproximadamente 3.500 produtores rurais, a Acrimat dá início à segunda etapa: a elaboração de documentos e relatórios para reivindicar melhores condições para a pecuária. A terceira edição foi encerrada nas quatro rotas percorridas pelo Estado, mas seus trabalhos seguem em prol da produção da carne de forma sustentável dos pontos de vista econômico, social e ambiental.

Entre os problemas identificados ao longo das quatro rotas realizadas em todas as regiões do Estado, logística, falta infraestrutura de órgãos como Indea/MT e a Secretaria de Meio Ambiente (Sema), regularização ambiental e desvalorização da arroba são os mais críticos e que comprometem a produção de carne bovina.

Para o presidente da Acrimat, José João Bernardes, um dos principais objetivos do programa é ouvir dos pecuaristas suas demandas para, enquanto entidade, tomar providência para solucionar os problemas existentes. “O ‘Acrimat em Ação’ chega aos municípios polos da pecuária e tem como contrapartida retornar com ações que resolvam os problemas que impedem o desenvolvimento da cadeia produtiva”.

MAIS - Além dos problemas do Indea/MT, a Acrimat vai buscar respostas para a deficiência logística do Estado. Na região noroeste, a mais crítica, as estradas não receberam nenhuma manutenção antes das chuvas e os resultados foram atoleiros, caminhões parados e consequentemente problemas para a economia dos municípios. “Vamos formular um banco de dados com imagens e depoimentos sobre a situação das estradas, entregar para os órgãos responsáveis e cobrar uma ação para resolver o caos existente”, afirma Vacari.

Os demais problemas identificados também serão documentados e entregues aos órgãos responsáveis, como as demoras dentro da Sema para a expedição de documentos como o Cadastro Ambiental Rural (CAR).

POSITIVO - A participação recorde de pecuaristas nos eventos do ‘Acrimat em Ação 2013’ aponta a consolidação do programa como fonte de informações técnicas de qualidade para os produtores. Este ano, quatro temáticas foram abordadas nos 30 municípios participantes. Pastagem, Código Florestal, Medicamentos Veterinários e Mercado sob a ótica do frigorífico foram apresentados por profissionais qualificados em suas áreas e debatidos ao final das apresentações.

Uma inovação da 3ª edição do ‘Acrimat em Ação 2013’ foi a participação de um grupo frigorífico nos eventos. Luciano Vacari explica que o convite à JBS/Friboi, maior indústria do segmento no país, foi uma forma de aproximar a empresa dos pecuaristas a fim de estabelecer políticas e atividades para melhorar o relacionamento e fortalecer a cadeia da carne.

Fonte: Diário de Cuiabá
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Notícias Relacionadas
23-04-2014 Em Mato Grosso, lagartas atacam lavouras de milho transgênico
13-04-2014 Plantio de teca vira aposta de bons negócios em Mato Grosso
08-04-2014 Acrimat quer animais geneticamente melhoradores na pecuária
07-04-2014 Diretores do Sindicato Rural participam de evento da Alta Genetics na Argentina
06-04-2014 Sindicato Rural anuncia Eduardo Costa dia 18 de maio em Alta Floresta
 
Comentários
 
 
Publicidade
 

Anjos Universitário é uma publicação mensal, distribuida nas faculdades, universidades e escolas de ensino médio da cidade de Alta Floresta.

Clique na imagem

 
 
Promoção Facebook
Promoções Anjos Notícias somente via Facebook. Veja como participar. Saiba mais
 
 
Moro em:
Anjos Notícias 2011 - Todos os direitos reservados
Av. Paulo Pires, 550 - Setor G - Alta Floresta - Mato Grosso | (66) 3521-1738 | (66) 8406-4297